Conecte-se com a gente

Mundo

DF registra redução de 8,6% nos casos de homicídio

Em novembro de 2023, foram registrados 17 homicídios, enquanto no mesmo mês do ano passado foram contabilizados 21

DF registra redução de 8,6% nos casos de homicídio

Desde janeiro, o Distrito Federal registrou uma redução de 8,6% nos casos de homicídios, em comparação com o mesmo período de 2022. Em novembro, foram registrados 17 homicídios, enquanto no mesmo mês do ano passado foram contabilizados 21.

A diminuição é resultado da nova política pública de segurança “DF Mais Seguro – Segurança Integral”, implementada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF), que envolve forças de segurança, órgãos de governo e sociedade civil, incluindo a expansão do videomonitoramento para o Lago Sul, Lago Norte, Paranoá, Varjão e Jardim Botânico, totalizando 24 regiões administrativas monitoradas.

Leonardo Santana, especialista em segurança pública, atribui os números positivos a 3 fatores que contribuem com a segurança pública no DF.

“O primeiro deles é uma política pública de segurança, aquelas normas e regras que são dadas a todos os órgãos de segurança para que eles possam realizar um bom trabalho. Então, essas regrinhas, têm sido bem seguidas há pelo menos uma década, inclusive ultrapassando vaidades políticas e institucionais”, explica.

Segundo o especialista, os outros motivos são a efetividade das ações de segurança no DF, que está ligada à continuidade e aplicação de estratégias bem definidas; e que Instituições financiadas pelo Fundo Nacional de Segurança Pública conseguem planejar e executar suas atividades sem interrupções.

Além da baixa no número de homicídios, também houve redução nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), como feminicídios, lesões corporais seguidas de morte e latrocínios. Em novembro, foram registrados 20 desses crimes, o menor número para este mês nos últimos 24 anos. No total, nos primeiros 11 meses do ano, a redução foi de 8,3%, com 253 CVLIs em 2023 comparados a 276 no ano anterior.

Roubos e furtos

Os roubos em transportes coletivos apresentaram a maior queda em relação aos crimes monitorados de forma prioritária pela secretaria. A diminuição foi de 28,8%, caindo de 614 casos no ano passado para 437 este ano;

  • Roubos a transeuntes diminuíram em 23,9%;
  • Roubos a residências – 17,4%;
  • Roubos a comércios -16,5%
  • Roubos de veículos -15,2%;

Além disso, os furtos em veículos tiveram uma redução de 12,1%.

O especialista destaca que a qualidade da segurança pública traz benefícios diretos e indiretos para a população. Uma cidade com segurança eficiente atrai mais investimentos em diversas áreas, resultando em maior tranquilidade e desenvolvimento para os moradores.

“Por exemplo, para o turismo, empresas nacionais e internacionais se interessam em estar presentes nessa cidade. E isso, é claro, faz parte de um protagonismo que a capital do Brasil sempre almejou ter, sempre desejou existir aqui no Distrito Federal”, avalia.

A SSP/DF enfatiza a necessidade da população registrar ocorrências de delitos, o que é importante para a elaboração de estudos e análises criminais. Esses registros ajudam a identificar padrões de incidência de crimes por local e horário, orientando a Polícia Militar no planejamento de estratégias de policiamento e a Polícia Civil na identificação de grupos especializados em atividades criminosas.

Veja Mais:

Segurança Pública: número de roubos a pedestres caí em 57% no Pará

Fonte: Brasil61

Continuar Lendo
Anúncio
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Janeiro de 2024 registra superávit recorde da balança comercial brasileira

Valor foi o maior registrado desde 1997, a US$ 6,5 bilhões

Janeiro de 2024 registra superávit recorde da balança comercial brasileira

Janeiro de 2024 registrou superávit recorde da balança comercial brasileira, no valor de US$ 6,5 bilhões. Este é o maior saldo comercial desde 1997.

A China foi a principal parceira comercial a contribuir com este valor, no valor de US$ 2,7 bilhões. Somente este país contribui mais positivamente que a soma de África, Oriente Médio e América do Sul. Estas regiões geográficas juntas (excluindo a Argentina), contribuem com US$ 2,4 bilhões à balança comercial brasileira.

Segundo especialistas da Fundação Getúlio Vargas, os dados evidenciam a importância do Brasil se manter aberto ao comércio internacional — o qual favorece a economia doméstica. De acordo com os pesquisadores, espera-se que em 2024 se mantenha o cenário favorável para o Brasil no setor.

Por atividades, houve uma liderança do saldo positivo por parte da indústria extrativa, com destaques da venda de petróleo bruto e minério de ferro. A agropecuária também apresentou uma variação positiva, comparativamente a janeiro do ano anterior.

As informações são do Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE).

Fonte: Brasil61

Continuar Lendo

Mundo

PREVISÃO DO TEMPO: quinta-feira (22) com chuva no Maranhão

A temperatura pode variar entre 21ºC e 30°C

PREVISÃO DO TEMPO: quinta-feira (22) com chuva no Maranhão

Nesta quinta-feira (22), o dia começa nublado e com pancadas de chuva em todo Maranhão. No leste e sul maranhense e na microrregião dos Lençóis Maranhenses, as fortes chuvas são acompanhadas por trovoadas isoladas.

Durante a tarde e à noite, as tempestades continuam em todo estado.

No centro, leste e norte maranhense, as chuvas são fortes e acompanhadas de trovoadas isoladas.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para perigo de chuvas fortes e ventos intensos em todo Maranhão, atingindo municípios como Araioses, Grajaú e Coelho Neto.

A temperatura mínima fica em torno de 21°C, em Alto Parnaíba, e a máxima prevista é de 30ºC, em Caxias. A umidade relativa do ar varia entre 75% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Fonte: Brasil61

Continuar Lendo

Mundo

PREVISÃO DO TEMPO: quinta-feira (22) com pancadas de chuva no Piauí

A temperatura pode variar entre 21ºC e 31ºC

PREVISÃO DO TEMPO: quinta-feira (22) com pancadas de chuva no Piauí

Nesta quinta-feira (22), o dia começa nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas em todo Piauí.

Durante a tarde e à noite, as chuvas continuam fortes e acompanhadas de trovoadas.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para perigo de chuvas entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos de 60-100 km/h, atingindo municípios como Floriano, Corrente e Simões.

A temperatura mínima fica em torno de 21°C, em Paranaguá, e a máxima prevista é de 31ºC, em Luís Correia.

A umidade relativa do ar varia entre 65% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Fonte: Brasil61

Continuar Lendo

Destaques