Conecte-se com a gente

Mundo

Cidades atuantes no mercado do agronegócio brasileiro tiveram redução de 2.352 postos de trabalho

Pelotas (RS) ( 822) e Ituporanga (SC) ( 793) foram as cidades com as maiores expansões mensais

Cidades atuantes no mercado do agronegócio brasileiro tiveram redução de 2.352 postos de trabalho

O mercado de trabalho do agronegócio brasileiro apresentou redução nas contratações em novembro de 2023. Nas 4.666 cidades com movimentação no mercado, 2.352 tiveram queda e 1.997 apresentaram expansão, a exemplo de Pelotas (RS) ( 822) e Ituporanga(SC) ( 793). Avaliando o ano de 2023, São Paulo (SP) ( 3.349) e Lençóis Paulista (SP) ( 2.680) foram as principais geradoras. Os dados podem ser acompanhados no Informativo Emprego no Campo, da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Na opinião da economista da FGV Carla Beni, os números preocupam.

“O agro ele demitiu muito no ano passado. Então, nós precisamos parar, pensar e analisar. Como que você pode dar uma estrutura de apoio não para o agroexportador? Esse recebe subsídio, recebe apoio, isenção tributária, esse aparece na mídia. Eu quero saber do pequeno e do médio produtor. Quais são as políticas públicas que você pode fazer para apoiar esse pequeno e médio produtor?”, aponta.

Segundo a CNM, o mercado de trabalho do agronegócio brasileiro encerrou novembro de 2023 com a criação de 191.348 empregos e 218.652 desligamentos, totalizando um saldo negativo de 27.304 postos de trabalho. De acordo com o levantamento, a redução em novembro está relacionada com os desligamentos na cadeia da cana-de-açúcar, álcool e do couro. Somente a agropecuária foi responsável pela perda de 14 mil vagas, seguida pela agroindústria.

Os dados revelam que a região Sul foi a única a apresentar crescimento de empregos no mês, puxada pela produção de maçã e conservas de frutas. As atividades de frigorífico e o comércio atacadista diverso também conseguiram evitar um resultado ainda mais negativo, aponta o levantamento.

A economista da FGV Carla Beni lembra que esse segmento pequeno e médio do produtor é um grande pulverizador de mão de obra.

“Ele dá um dinamismo todo de emprego e renda nos pequenos municípios. Então, há que se realmente pensar nesses dados e ver políticas públicas que possam estimular esse pequeno produtor para que ele consiga crescer, melhorar sua produção, para poder escoar a sua mercadoria”, avalia.

O consultor financeiro Luigi Mauri concorda. “Os municípios pequenos são os maiores responsáveis pelo balanço negativo de novembro, especificamente, porque essas culturas da cana de açúcar, do álcool, do couro e da madeira, são basicamente concentradas em municípios pequenos”, reforça.

Necessidade de estabilidade

Para o economista Hugo Garbe, o agronegócio brasileiro precisa de estabilidade para conseguir oferecer mais postos de trabalho. “A gente pode esperar que o cenário econômico continue a ser desafiador para as pequenas localidades e exige também políticas específicas para essas áreas”, salienta.

O especialista ainda acrescenta: “Uma economia volátil, ela afeta diretamente o agronegócio porque influencia nos preços dos produtos e na segurança do emprego. A redução de emprego reflete essa estabilidade, impactando a vida dos trabalhadores e da economia local”, destaca.

Fonte: Brasil61

Continuar Lendo
Anúncio
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Fux autoriza quebra de sigilos bancário e fiscal de deputado Janones

Investigação apura crime de peculato, concussão e associação criminosa

Fux autoriza quebra de sigilos bancário e fiscal de deputado Janones

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do deputado André Janones (Avante-MG), bem como de alguns de seus atuais e antigos assessores parlamentares.

O deputado é alvo de inquérito no Supremo, aberto em dezembro pelo ministro do Supremo Luiz Fux, a pedido da Procuradoria Geral República (PGR). A suspeita é de que tenham ocorrido desvios de salários no gabinete do parlamentar. A investigação apura os crimes de peculato, concussão e associação criminosa.

Ao autorizar as quebras de sigilo, em despacho assinado na terça-feira (20), Fux escreveu que “os indícios de possível prática criminosa estão bem descritos na representação da Autoridade Policial, com possível ação conjunta dos investigados no suposto esquema criminoso”. Ele atendeu a pedido da Polícia Federal (PF), com aval da PGR.

O processo foi movido após parlamentares de oposição terem apresentado notícias-crime contra o deputado. O caso veio à tona depois que o portal Metrópoles publicou um áudio em que Janones aparece solicitando a seus assessores o repasse de parte dos salários para ajudar a pagar prejuízos com a campanha eleitorai de 2016. Naquele ano, o parlamentar disputou a prefeitura de Ituiutaba (MG), mas não foi eleito.

Assessores a quem Janones enviou o áudio ainda trabalham com o parlamentar e foram ouvidos pela PF no caso. Para pedir as quebras de sigilo dos envolvidos, os investigadores apontaram divergências nos depoimentos.

A Agência Brasil entrou em contato com a assessoria do parlamentar, mas até o momento não obteve retorno. Desde que o caso veio à tona, Janones nunca negou a autoria do áudio. Ele alega que a mensagem seria uma espécie de “vaquinha” para cobrir gastos de campanha.

Em 30 de janeiro, quando a PF pediu a quebra dos sigilos, Janones publicou uma nota em que diz estranhar a solicitação, “sendo que eu já os coloquei a disposição desde o início das investigações, e até hoje não fui sequer ouvido”, diz o texto.

“Mais estranho ainda é apontarem como “suspeito” um depósito feito quando nenhum dos assessores investigados trabalhavam mais em meu gabinete. Como eles devolviam salário 3 anos após serem exonerados?”, indagou a nota. “Sigo absolutamente confiante que serei absolvido”, afirmou o deputado.

Ainda em dezembro, o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados abriu processo contra Janones, após representação do PL.

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC

Continuar Lendo

Mundo

Janeiro de 2024 registra superávit recorde da balança comercial brasileira

Valor foi o maior registrado desde 1997, a US$ 6,5 bilhões

Janeiro de 2024 registra superávit recorde da balança comercial brasileira

Janeiro de 2024 registrou superávit recorde da balança comercial brasileira, no valor de US$ 6,5 bilhões. Este é o maior saldo comercial desde 1997.

A China foi a principal parceira comercial a contribuir com este valor, no valor de US$ 2,7 bilhões. Somente este país contribui mais positivamente que a soma de África, Oriente Médio e América do Sul. Estas regiões geográficas juntas (excluindo a Argentina), contribuem com US$ 2,4 bilhões à balança comercial brasileira.

Segundo especialistas da Fundação Getúlio Vargas, os dados evidenciam a importância do Brasil se manter aberto ao comércio internacional — o qual favorece a economia doméstica. De acordo com os pesquisadores, espera-se que em 2024 se mantenha o cenário favorável para o Brasil no setor.

Por atividades, houve uma liderança do saldo positivo por parte da indústria extrativa, com destaques da venda de petróleo bruto e minério de ferro. A agropecuária também apresentou uma variação positiva, comparativamente a janeiro do ano anterior.

As informações são do Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE).

Fonte: Brasil61

Continuar Lendo

Mundo

PREVISÃO DO TEMPO: quinta-feira (22) com chuva no Maranhão

A temperatura pode variar entre 21ºC e 30°C

PREVISÃO DO TEMPO: quinta-feira (22) com chuva no Maranhão

Nesta quinta-feira (22), o dia começa nublado e com pancadas de chuva em todo Maranhão. No leste e sul maranhense e na microrregião dos Lençóis Maranhenses, as fortes chuvas são acompanhadas por trovoadas isoladas.

Durante a tarde e à noite, as tempestades continuam em todo estado.

No centro, leste e norte maranhense, as chuvas são fortes e acompanhadas de trovoadas isoladas.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para perigo de chuvas fortes e ventos intensos em todo Maranhão, atingindo municípios como Araioses, Grajaú e Coelho Neto.

A temperatura mínima fica em torno de 21°C, em Alto Parnaíba, e a máxima prevista é de 30ºC, em Caxias. A umidade relativa do ar varia entre 75% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Fonte: Brasil61

Continuar Lendo

Destaques