Connect with us

Mundo

Gleice Araujo Fortalecendo a Segurança Nacional na Indústria do Petróleo e Gás

Gleice Araujo Fortalecendo a Segurança Nacional na Indústria do Petróleo e Gás

A vastidão dos oceanos esconde histórias de coragem, trabalho árduo e, muitas vezes, perigo. Por trás dos navios e das plataformas offshore, há uma força vital que muitas vezes passa despercebida: a enfermagem do trabalho. 

Com uma experiência de uma década na RHMED, uma das principais empresas de saúde ocupacional do Brasil, a enfermeira do trabalho Gleice de Araujo Jesus testemunhou em primeira mão a importância crucial desse campo na prevenção e promoção da saúde em ambientes laborais desafiadores.

História e Evolução da Enfermagem do Trabalho:

Desde os primórdios da Revolução Industrial, a preocupação com a saúde dos trabalhadores tem sido uma prioridade. Com o tempo, a enfermagem do trabalho emergiu como uma disciplina vital, especialmente em ambientes industriais e, mais recentemente, em ambientes offshore.

Gleice de Araujo destaca a evolução desta área ao longo do tempo e sua adaptação aos desafios específicos enfrentados pelos trabalhadores do mar.

Desafios e Complexidades da Enfermagem em Ambientes Offshore:

Trabalhar em plataformas de petróleo ou em navios é uma tarefa árdua, que traz consigo uma série de desafios únicos. 

A enfermeira Gleice de Araujo compartilha suas experiências lidando com emergências médicas em alto mar, a logística de fornecer assistência médica em locais remotos e a importância crucial da preparação e treinamento adequados para lidar com esses desafios.

Atuação da Enfermeira do Trabalho Offshore

A Enfermeira do Trabalho atua na linha de frente da saúde ocupacional offshore, com responsabilidades abrangentes que incluem:

Avaliação de riscos: Identificação e análise de perigos físicos, químicos, biológicos e ergonômicos presentes no ambiente de trabalho offshore.

Exames médicos: Realização de exames admissionais, periódicos e demissionais, monitorando a saúde dos trabalhadores e garantindo sua aptidão para o trabalho.

Educação em saúde: Promoção de palestras, treinamentos e campanhas de conscientização sobre saúde e segurança ocupacional, capacitando os profissionais para prevenir acidentes e doenças.

Assistência em situações de emergência: Prestação de primeiros socorros e atendimento médico em situações de emergência, garantindo o pronto atendimento aos trabalhadores.Monitoramento da saúde mental: Cuidado com a saúde mental dos profissionais offshore, que podem sofrer com estresse, ansiedade, depressão e outros transtornos devido ao ambiente de trabalho desafiador.

Importância da Enfermagem do Trabalho Offshore

A Enfermagem do Trabalho contribui significativamente para a segurança e o bem-estar dos profissionais offshore, impactando positivamente na indústria:

Redução de acidentes e doenças: A atuação preventiva da Enfermagem diminui o número de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, reduzindo custos para as empresas e aumentando a produtividade.

Melhoria da qualidade de vida: A promoção da saúde e o cuidado com a saúde mental dos trabalhadores contribuem para uma melhor qualidade de vida, impactando positivamente seus relacionamentos pessoais e familiares.

Aumento da produtividade: Profissionais saudáveis e seguros são mais produtivos, otimizando o desempenho das operações offshore.

Cumprimento de normas e leis: A Enfermagem do Trabalho garante que as empresas estejam em conformidade com as normas e leis de segurança e saúde ocupacional, evitando multas e sanções.

Papel da Enfermagem do Trabalho na Prevenção de Acidentes e Doenças Ocupacionais:

Uma das principais responsabilidades da enfermagem do trabalho é a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais.

 [Nome] discute os programas de saúde ocupacional implementados em empresas offshore, destacando sua eficácia na redução de incidentes e na promoção de um ambiente de trabalho mais seguro e saudável.

Promoção da Saúde Mental e Bem-Estar:

Além dos desafios físicos, trabalhar em ambientes offshore também pode ter um impacto significativo na saúde mental dos trabalhadores. 

Gleice de Araujo explora as práticas e estratégias utilizadas para promover o bem-estar emocional e psicológico dos funcionários offshore, reconhecendo a importância de abordar essa dimensão da saúde no local de trabalho.

Parcerias e Associações Profissionais

Como membro da Associação de Profissionais de Saúde Ocupacional em Saúde (AOHP), Gleice de Araujo destaca a importância das parcerias profissionais e do intercâmbio de conhecimentos e melhores práticas. 

Essas associações desempenham um papel crucial no avanço da enfermagem do trabalho e na garantia de altos padrões de cuidados de saúde ocupacional.

Estatísticas e Dados Relevantes:

Dados estatísticos sobre acidentes de trabalho e doenças ocupacionais em ambientes offshore fornecem uma visão valiosa do cenário atual e das áreas que exigem maior atenção e intervenção.Gleice de Araujo compartilha insights baseados em sua experiência e conhecimento do campo.

A indústria offshore brasileira gera mais de 500 mil empregos diretos e indiretos.O número de acidentes de trabalho no setor offshore é 30% maior do que a média nacional.A perda de produtividade por absenteísmo devido a doenças ocupacionais no setor offshore é estimada em R$ 2 bilhões por ano.

Perspectivas Futuras e Inovações:

O campo da enfermagem do trabalho está em constante evolução, impulsionado por avanços tecnológicos e mudanças nas práticas de saúde ocupacional. Gleice discute as tendências emergentes, como telemedicina e tecnologias wearable, e sua aplicação potencial em ambientes offshore.

Considerações Finais

Ao longo de sua carreira, Gleice testemunhou em primeira mão o impacto positivo da enfermagem do trabalho na vida dos trabalhadores offshore. Sua dedicação e experiência são um testemunho da importância vital deste campo e sua contribuição para a promoção da saúde e segurança no local de trabalho.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

PREVISÃO DO TEMPO: sábado (13) com tempo encoberto no Nordeste

A temperatura pode variar entre 16ºC e 37ºC

PREVISÃO DO TEMPO: sábado (13) com tempo encoberto no Nordeste

Este sábado (13) começa com tempo encoberto em grande parte do Nordeste, com exceção das microrregiões baianas de Irecê, Boquira, Seabra, Livramento do Brumado, Guanambi e Brumado, onde o céu fica com poucas nuvens. Pancadas de chuva são esperadas por todo o Maranhão, Piauí e Ceará. Chuva branda no Rio Grande do Norte, mata paraibana, mata pernambucana, metropolitana de Recife, leste alagoano, leste sergipano, nordeste baiano e metropolitana de Salvador.

Durante a tarde, a previsão da manhã continua no Nordeste. À noite, a chuva continua no Maranhão, norte e centro norte piauiense, noroeste e norte cearense e Jaguaribe. O mesmo ocorre no litoral do Rio Grande do Norte, Paraíba, Maceió, Sergipe e Bahia.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para perigo potencial de chuvas fortes e ventos intensos no Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Bahia, atingindo cidades como Luís Eduardo Magalhães (BA), Canindé (CE), Araioses (MA), Monteiro (PB), Petrolina (PE), Bom Jesus (PI) e Açu (RN).

De acordo com o Inmet, em março, no Nordeste, especialmente no Maranhão, as chuvas foram intensificadas pela combinação de calor e alta umidade, além da influência da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Buriticupu (MA) registrou 103,4 mm de chuva no dia 4, enquanto Turiaçu (MA) teve uma precipitação de 137,4 mm no dia 17.

A temperatura mínima fica em torno de 16°C, no município de Novo Horizonte, na Bahia, e a máxima prevista é de 37ºC, na cidade de Triunfo Potiguar, no Rio Grande do Norte. A umidade relativa do ar varia entre 60% e 100%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Fonte: Brasil61

Continue Reading

Mundo

PREVISÃO DO TEMPO: sábado (13) com tempo encoberto no Sudeste

A temperatura pode variar entre 11ºC e 35ºC

PREVISÃO DO TEMPO: sábado (13) com tempo encoberto no Sudeste

Este sábado (13) começa com chuva isolada apenas nas microrregiões de Araçatuba, Presidente Prudente, litoral sul e Vale do Paraíba paulista e metropolitana de São Paulo. Nos demais estados do Sudeste, não há previsão de chuva pela manhã.

Durante a tarde e à noite, as chuvas alcançam o estado do Rio de Janeiro e microrregiões de Guarapari, Vitória e Itapemirim. Em todo o estado de Minas Gerais, não há previsão de chuva.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para perigo potencial de chuvas fortes e ventos intensos no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, sul, sudoeste e norte de Minas, Borborema, Araçatuba, Ribeirão Preto e Presidente Prudente, atingindo cidades como Uberaba (MG) e Jales (SP). Também há alerta para ventos costeiros por toda faixa litorânea de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, em cidades como Cabo Frio (RJ), Caraguatatuba (SP) e Linhares (ES).

De acordo com o Inmet, no Sudeste, em março, a alta umidade e o calor intensificaram as instabilidades climáticas, resultando em chuvas significativas em várias cidades. Paraty (RJ) registrou 135,0 mm e Divinópolis (MG) teve 101,6 mm de chuva, ambos no dia 15. A chegada de uma frente fria dia 22 provocou ainda mais chuvas, com Teresópolis (RJ) acumulando 261,8 mm, Alegre (ES) 193,6 mm, Alto da Boa Vista (RJ) 154 mm e Duque de Caxias (RJ) 151,2 mm.

A temperatura mínima fica em torno de 11°C, em Resende, no Rio de Janeiro. A máxima prevista é de 35ºC, em Presidente Prudente, em São Paulo. A umidade relativa do ar varia entre 40% e 100%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Fonte: Brasil61

Continue Reading

Mundo

PREVISÃO DO TEMPO: pancadas de chuva acompanhadas por trovoadas na Paraíba

A temperatura pode variar entre 19ºC e 38ºC

PREVISÃO DO TEMPO: pancadas de chuva acompanhadas por trovoadas na Paraíba

Nesta terça-feira (9) o dia começa com muitas nuvens em toda a Paraíba. Pancadas de chuva são esperadas nas cidades de Bom Sucesso, Sousa, Uiraúna, Triunfo, Aparecida, São Francisco, Santa Cruz, Poço de José de Moura e São João do Rio do Peixe.

Durante a tarde, pancadas de chuva são esperadas na mata paraibana. À noite, as pancadas de chuva acompanhadas por trovoadas isoladas se espalham por todo o estado.

A temperatura mínima fica em torno de 19°C, em São Sebastião do Umbuzeiro — e a máxima prevista é de 38ºC, em Belém do Brejo do Cruz. A umidade relativa do ar varia entre 65% e 95%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Fonte: Brasil61

Continue Reading

Destaques